Claque do Benfica queria matar adepto rival para vingar derrota em luta - Plataforma Media

Claque do Benfica queria matar adepto rival para vingar derrota em luta

Elemento da Juve Leo foi atacado com marteladas na cabeça e facadas depois de espera, no Estoril. Agressores também apedrejaram autocarro do Benfica e agrediram adeptos de outros clubes.

Trinta e sete elementos da claque benfiquista “No Name Boys” foram acusados de 261 crimes pelo Ministério Público de Lisboa. Entre os vários atos imputados destacam-se o apedrejamento ao próprio autocarro do Benfica, que feriu dois atletas, vários roubos, agressões e até uma tentativa de homicídio de um adepto rival.

A morte do elemento da Juve Leo, de 32 anos, não se aconteceu graças à intervenção de um polícia fora de serviço, mas a violenta agressão de que aquele foi alvo, com contornos sádicos, havia sido cuidadosamente planeada.

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
BrasilDesporto

Central do Benfica falha acordo com o Santos e inicia viagem para Portugal

DesportoPortugal

"Trouxeram nomes famosos, mas estamos em melhor forma que o Benfica"

DesportoPortugal

Benfica anuncia mais dois casos de covid-19 no plantel

Desporto

Pizzi, infetado com covid-19, falha a Supertaça frente ao FC Porto

Assine nossa Newsletter