Um em cada cinco chineses sofre de pressão alta - Plataforma Media

Um em cada cinco chineses sofre de pressão alta

A pressão alta, ou hipertensão, afeta um em cada cinco chineses e mata mais pessoas do que qualquer outra doença no país, alertou um importante cardiologista.

Estima-se que 300 milhões de chineses vivam com pressão alta, com contas médicas anuais de 31,89 mil milhões de yuans (cerca de 4,88 mil milhões de dólares), disse Hu Shengshou, chefe do Centro Nacional de Doenças Cardiovasculares da China.

“A condição crónica tornou-se a principal causa de morte e invalidez na China”, disse numa conferência nacional sobre prevenção e controlo da hipertensão no fim de semana.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a hipertensão pode causar sérios danos ao coração, incluindo ataques cardíacos, insuficiência cardíaca, batimento cardíaco irregular, danos aos rins e artérias rompidas ou bloqueadas, o que pode levar a derrames.

Um relatório recente sobre doenças crónicas e nutrição de residentes chineses mostrou que as taxas de prevalência de hipertensão, diabetes e colesterol alto entre chineses com 18 anos ou mais subiram, respetivamente, para 27,5%, 11,9% e 8,2%.

A China planeia lançar um projeto piloto nas suas comunidades em janeiro para organizar o combate à hipertensão, açúcar elevado no sangue e hiperlipidemia, com o objetivo de melhorar a gestão e tratamento das doenças.

O programa deve abranger 200.000 pessoas e expandir-se a 34 distritos e condados até 2022, disse Cai Jun, o funcionário responsável pelo programa.

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter