Covid-19: Bolsonaro diz que não se sente pressionado para iniciar vacinação - Plataforma Media

Covid-19: Bolsonaro diz que não se sente pressionado para iniciar vacinação

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou este sábado que não se sente pressionado para que se inicie a vacinação no país contra a covid-19, desvalorizando o facto de esse processo já estar em curso noutros países.

“Ninguém me pressiona a nada. A mim isso não me interessa”, afirmou aos jornalistas o chefe de Estado brasileiro, citado pela agência Efe, quando questionado sobre possíveis pressões para que se inicie a vacinação contra a covid-19 no país.

Numa altura em que vários países já começaram a imunizar as suas populações contra a covid-19, Jair Bolsonardo voltou a levantar dúvidas sobre a segurança das vacinas, reafirmando que os laboratórios não se irão responsabilizar por possíveis efeitos secundários.

“Em todas as vacinas que estão disponíveis existe uma cláusula que diz que eles não se responsabilizam por qualquer efeito colateral”, alertou.

Este sábado, o Brasil cumpriu dez meses desde o início da crise sanitária, sendo atualmente um dos três países do mundo mais afetados pela pandemia.

Neste país da América do Sul já morreram 190.500 pessoas e 7,5 milhões ficaram infetadas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.750.780 mortos resultantes de mais de 79,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Artigos relacionados
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, afirma Bolsonaro

MundoPolítica

Cimeira da UE: 27 Estados-membros discutem passaporte europeu de vacinação

BrasilMundo

Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente dos EUA

BrasilSociedade

Vacinação contra a covid-19 no Brasil começa em todo o país

Assine nossa Newsletter