Morre no hospital presidente da câmara cabo-verdiana de Santa Catarina de Santiago - Plataforma Media

Morre no hospital presidente da câmara cabo-verdiana de Santa Catarina de Santiago

O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago, em Cabo Verde, José Alves Fernandes, morreu hoje, pouco mais de 48 horas após ser encontrado baleado em sua casa, anunciou o Hospital Agostinho Neto, na Praia.

“É com grande pesar que o Hospital Agostinho Neto confirma o falecimento do José Alves Fernandes, paciente que se encontrava internado na Unidade de Cuidados Especiais desde a madrugada de terça-feira, 22, depois de ter sido transferido do Hospital Regional Santa Rita Vieira”, revelou o maior hospital de Cabo Verde.

Em comunicado, o Movimento para a Democracia (MpD, partido no poder governamental e ao qual o presidente pertencia) lamentou a morte do político.

“E hoje Santa Catarina perdeu um filho amado, e o MpD um militante de todas as horas, aquele que sempre lutou pelo bem dos santa catarinenses, o homem simples, humilde e do povo”, caracterizou o partido.

“Beto Alves faleceu, após uma luta de um diagnóstico muito difícil. Foi-se o homem mas permanecem as obras e principalmente os feitos enquanto filho de Santa Catarina”, prosseguiu.

A morte do autarca tinha sido anunciada na noite de quarta-feira pela própria autarquia, que já nesta de madrugada esclareceu que um “lamentável equívoco”, decorrente de um grave erro de comunicação, precipitou a comunicação sobre o falecimento de Beto Alves.

Este caso levou o coordenador do Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Santa Catarina, António Alte Pinho, a apresentar a sua demissão à presidente em exercício, a vereadora e número dois da câmara, Jassira Monteiro.

A Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde disse na terça-feira que o autarca, que foi encontrado baleado na sua casa, em Assomada, terá tentado suicidar-se, mas que as investigações continuam.

“Feitas as diligências preliminares e recolhidas informações no local, a Polícia Judiciária comunica que tudo aponta tratar-se de uma tentativa de suicídio. No entanto, as investigações procedem, para cabal esclarecimento do caso”, avançou aquela força policial em comunicado.

Na mesma nota, a PJ cabo-verdiana relatou que, na madrugada desta terça-feira, foi chamada para se inteirar de uma ocorrência na residência do presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago.

Chegando ao local, foi informada que o autarca tinha sido conduzido ao Hospital Regional Santiago Norte, na sequência de um disparo de arma de fogo.

No mesmo dia, a autarquia contestou a tese da PJ de tentativa de suicídio, menos de 12 horas após o sucedido, considerando ser “inusitada”, “precipitada” e “uma história mal contada”.

Pedindo mais cautela à PJ, a autarquia do norte da ilha de Santiago apelou ao diretor nacional da PJ e ao Procurador-Geral da República para acompanharem o caso “com a atenção devida”.

José Alves Fernandes, mais conhecido por Beto Alves, de 44 anos, foi reeleito para um segundo mandado em Santa Catarina, como apoio do MpD, nas eleições autárquicas de 25 de outubro.

Artigos relacionados
Cabo VerdeSociedade

Autarca cabo-verdiano de Santa Catarina terá tentado suicidar-se

Cabo VerdeSociedade

Baleado em casa autarca cabo-verdiano de Santa Catarina de Santiago

Assine nossa Newsletter