Argentina autoriza uso das vacinas Sputnik V e e Pfizer-Biontech - Plataforma Media

Argentina autoriza uso das vacinas Sputnik V e e Pfizer-Biontech

Primeiro lote da vacina russa deve chegar ao país, hoje, véspera de Natal, para dar início à vacinação imediata. A Argentina ainda negocia compra da vacina da Pfizer-Biontech, também aprovada por agência reguladora

A Argentina anunciou ontem que autorizou, com caráter de urgência, o uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a Biontech, bem como da Sputnik V, criada pelo instituto russo Gamaleya.

A vacina da Pfizer-Biontech já recebeu autorização de uso nos Estados Unidos, Canadá, Chile, Portugal, Macau, entre outros países e regiões. Já a Sputnik V, fora da Rússia, só teve aprovação na vizinha Bielorrússia. Com isso, a Argentina tornou-se o primeiro país fora da Europa a aprovar o uso emergencial da vacina russa.

A Argentina já possui um acordo com a Rússia para o fornecimento da Sputnik V, que deverá chegar hoje ao país. Já o fornecimento do imunizante da Pfizer-Biontech ainda está em negociação.

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Fecha tudo. Escolas e universidades em casa a partir de sexta-feira

MacauSociedade

Governo impõe períodos de auto-gestão de saúde após quarentena obrigatória

MacauSociedade

Macau, dos primeiros a sofrer vaga de casos a um dos territórios mais seguros do mundo

CulturaMoçambique

Escritor Mia Couto testa positivo à covid-19 e apela ao cumprimento de medidas de prevenção

Assine nossa Newsletter