"Falhámos", diz o rei da Suécia sobre a estratégia do país contra a covid - Plataforma Media

“Falhámos”, diz o rei da Suécia sobre a estratégia do país contra a covid

O aumento de casos e o excesso de óbitos face aos países vizinhos faz com que a estratégia mais leve adotada pelos suecos seja cada vez mais questionada no país. Apoio público ao epidemiologista Anders Tegnell está a cair e o rei Carlos Gustavo fala em fracasso.

Orei da Suécia admite que o país escandinavo falhou com a sua estratégia de combate ao coronavírus, o que provocou com um número de mortos muito maior do que nos seus vizinhos nórdicos.

No seu discurso anual de natal dirigido aos suecos, que será transmitido na íntegra na próxima segunda-feira (21), Carlos Gustavo XVI diz que o país sofreu “muito em condições difíceis” e considera “traumático” que muitos parentes das quase 8.000 vítimas mortais de covid-19 no país não tivessem podido sequer despedir-se delas.

“Acho que falhámos. Temos um grande número de mortos e isso é terrível. É algo com que todos sofremos”, disse o monarca, em comentários divulgados já esta quinta-feira.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
MundoSociedade

Situação é "extremamente grave" na Suécia

MundoSociedade

Será que o país que fez diferente contra a covid-19 começa a arrepender-se?

Sociedade

Seis países reportaram casos de covid-19 em visons

EconomiaMundo

Economia ou saúde, o dilema dos governantes

Assine nossa Newsletter