Dinheiro recolhido no Santuário de Fátima vai para os deslocados de Cabo Delgado - Plataforma Media

Dinheiro recolhido no Santuário de Fátima vai para os deslocados de Cabo Delgado

O resultado da coleta das celebrações de Natal no Santuário de Fátima vai ter como destino a Diocese de Pemba, em Moçambique, para apoiar os deslocados afetados pela violência em Cabo Delgado, no norte daquele país, foi hoje anunciado.

“Em todas as missas das três solenidades e na festa da Sagrada Família faz-se a recolha de ofertas durante a veneração do menino Jesus, que neste ano será destinada à Diocese de Pemba, em Moçambique, para os deslocados de Cabo Delgado”, anunciou hoje o Santuário de Fátima, realçando a “grave crise humanitária” que afeta aquela zona no norte do país.

Na nota de imprensa enviada à agência Lusa, o Santuário referiu que vai assegurar as celebrações de Natal e ano novo, “respeitando todas as regras de segurança previstas, nomeadamente a necessidade de preservar o distanciamento físico entre peregrinos e o uso obrigatório da máscara”.

A violência armada em Cabo Delgado, norte de Moçambique, está a provocar uma crise humanitária com mais de duas mil mortes e 560 mil pessoas deslocadas, sem habitação, nem alimentos, concentrando-se sobretudo na capital provincial, Pemba.

A província está desde há três anos sob ataque de insurgentes e algumas das incursões passaram a ser reivindicadas pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico desde 2019.

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Mudanças na chefia das Forças Armadas sinalizam desejo de inflexão

MoçambiquePolítica

É preocupante a “incapacidade” dos países africanos para resolver violência em Cabo Delgado

MoçambiqueMundo

África do Sul considera "preocupante" a falta de ação regional em Cabo Delgado

MoçambiquePolítica

Augusto Santos Silva em missão da UE até quinta-feira em Maputo

Assine nossa Newsletter