Novo Macau diz ter sido alvo de pressões do Governo Central chinês - Plataforma Media

Novo Macau diz ter sido alvo de pressões do Governo Central chinês

A Associação Novo Macau (ANM) foi pressionada por autoridades do Governo Central para suspender a votação online levada a cabo no ano passado, em que questionava a população se concordava com o sufrágio universal para o Chefe de Executivo.

A garantia das pressões políticas e de ciberataques à plataforma de votação foram feitos por Jason Chao, antigo presidente da ANM, numa conferência online que decorreu em Taiwan, chamada g0v 2020, cujo conteúdo foi divulgado este domingo por Jason Chao.

O activista, actualmente a viver no Reino Unido, conta que durante a votação, em Agosto de 2019, um dos responsáveis pela campanha deslocou-se ao Interior da China, em trabalho, e lá as autoridades ordenaram que a “votação fosse suspensa” e a conferência de imprensa para apresentar os resultados, que estava marcada para o dia da eleição do Chefe do Executivo, “fosse cancelada”.

Leia mais em TDM – Rádio Macau.

Artigos relacionados
ChinaHong Kong

União Europeia pede libertação de ativistas de Hong Kong julgados na China

MacauPolítica

Reforma política em Macau: Deputado Au Kam San critica falta de desenvolvimento democrático

ChinaHong Kong

Familiares de 12 manifestantes de Hong Kong exigem julgamento aberto ao público

Hong Kong

Magnata Jimmy Lai viu negada fiança em caso de fraude por risco de fuga

Assine nossa Newsletter