João Lourenço pede na ONU "maior solidariedade" no acesso à vacina contra a covid-19 - Plataforma Media

João Lourenço pede na ONU “maior solidariedade” no acesso à vacina contra a covid-19

O Presidente de Angola participou na sessão especial da Assembleia Geral da ONU que debate o acesso da vacina contra a covid-19 para todos.

João Lourenço espelhou no discurso que proferiu, esta tarde em registo virtual, as suas preocupações quando ao acesso dos países de média e baixa renda às vacinas já disponibilizadas pelos laboratórios internacionais.

“Acredito que o esforço efetivo de solidariedade deve ser maior para garantir uma cobertura global útil que interrompa a transmissão do vírus e permita o retorno à normalidade, evitando dessa maneira o agravamento das disparidades entre os países”, salientou.

O chefe de Estado angolano fez questão de sustentar que apesar da pandemia ter afetado “negativamente os recursos económicos e financeiros e os programas de desenvolvimento económico e social do país”, não impediu que “Angola continuasse a desenvolver esforços e a realizar ações para reduzir as taxas de pobreza, melhorar a qualidade e cobertura do ensino básico e garantir o acesso aos cuidados primários de saúde, sobretudo para as famílias mais vulneráveis.” Enumerando que o governo “empregou até ao momento recursos próprios num valor que ascende a 164 milhões dólares”.

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Vacinas contra a covid-19 começam a ser distribuídas

BrasilSociedade

Primeira a ser vacinada com a Coronavac no Brasil é mulher, negra e enfermeira

PortugalSociedade

Pai e filho infetados com covid encontrados mortos em casa

BrasilSociedade

Anvisa decide autorização emergencial para uso de vacinas

Assine nossa Newsletter