Mão dura no ataque à pandemia faz crescer popularidade de Marcelo e Costa - Plataforma Media

Mão dura no ataque à pandemia faz crescer popularidade de Marcelo e Costa

Presidente dispara nas avaliações positivas e chega aos 74% (apenas 9% lhe dão nota negativa). Primeiro-ministro inverte tendência de queda que vinha desde o verão e marca agora 56% de avaliações positivas.

Estes são dados do barómetro de novembro da Aximage para o JN e a TSF, feito nos dias seguintes ao anúncio da renovação do estado de emergência e ao anúncio de várias restrições à liberdade de circulação.

A popularidade de Marcelo Rebelo de Sousa disparou neste mês de novembro. E arrasta consigo António Costa. O presidente sobe 14 pontos percentuais nas avaliações positivas e chega aos 74%, batendo todos os recordes. O primeiro-ministro não só inverte a tendência de queda contínua dos três meses anteriores, como sobe cinco pontos, para 56%.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Covid-19: Porque "temos de parar isto", país recua quase um ano

PolíticaPortugal

Marcelo "irritado" com autoridades de saúde por falta de resposta escrita

PolíticaPortugal

Nenhum partido defende adiamento das eleições, diz Marcelo

PolíticaPortugal

Positivo é positivo. Marcelo está infetado, diz patologista

Assine nossa Newsletter