DGS deixa os mais velhos no fim das prioridades para a vacina da covid-19 - Plataforma Media

DGS deixa os mais velhos no fim das prioridades para a vacina da covid-19

O primeiro esboço do plano de vacinação contra a covid-19 apresentado pela Direção-Geral da Saúde não caiu bem entre os peritos. Os mais velhos, o grupo mais afetado pela mortalidade da pandemia, está no fim da lista de prioridades.

O plano preliminar da DGS para a vacinação, apresentado por Graça Freitas, deixa as pessoas com mais de 65 anos para o fim do grupo de prioridades para a vacinação contra a covid-19. A proposta foi apresentada por Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, a um grupo de 22 peritos e causou indignação, relata a edição do jornal “Expresso” desta sexta-feira.

Segundo o plano preliminar, há cinco grupos prioritários para a vacinação contra a covid-19. Primeiro, os profissionais de saúde, depois os funcionários de lares. Em terceiro lugar a população dos 50-59 anos com fatores de risco, como os doentes crónicos, e em quarto lugar os portugueses dos 60 aos 64 anos sem comorbilidades.

No fim da lista de prioridades, escreve o “Expresso”, está o grupo de pessoas com mais de 65 anos. Após estes cinco grupos, segue-se o resto da população portuguesa, numa ordem por definir.

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

"Não vamos poder ter um Natal igual ao dos anos anteriores"

MoçambiquePolítica

Moçambique pede apadrinhamento de Portugal na compra da vacina

Eleitos

A resposta à emergência social e económica no Algarve

CulturaLusofonia

Instituto Português do Oriente discute ensino de português à distância após pandemia

Assine nossa Newsletter