Milhares de pessoas em fuga da violência em Cabo Delgado - Plataforma Media

Milhares de pessoas em fuga da violência em Cabo Delgado

Dezenas de milhares de pessoas continuam em fuga da violência, em Cabo Delgado, no norte de Moçambique. Só na semana passada mais de 33 mil moçambicanos fugiram das suas casas.

Organização Internacional para as Migrações, OIM, divulgou esta terça-feira, que apenas na semana passada, mais de 33 mil pessoas tiveram que fugir das suas casas para escapar à insegurança. 

Segundo a agência da ONU, o número aumentou quatro vezes, passando de 88 mil, em janeiro, para mais de 355 mil.

A chefe da OIM em Moçambique, Laura Tomm-Bonde, disse que “os relatos sobre a violência contra civis são profundamente perturbadores.” 

“A equipa da OIM está a ajudar milhares de famílias, incluindo muitas com crianças pequenas, a sobreviver ao deslocamento”, indicou a responsável.

Mas, segundo vincou, “os recursos disponíveis não cobrem as extensas necessidades humanitárias das famílias que chegam sem nada.” 

A agência contou que tem mais de 100 funcionários no terreno e que eles “continuam empenhados em prestar assistência aos deslocados nos oito distritos onde a OIM pode trabalhar.” 

De 16 de outubro a 11 de novembro, mais de 14,4 mil moçambicanos chegaram de barco à praia de Paquitequete, na capital da província, Pemba. Em apenas um dia, atracaram 29 embarcações com deslocados na área.  

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MoçambiqueMundo

Eurodeputados portugueses querem debate de urgência sobre Cabo Delgado em Bruxelas

MoçambiqueSociedade

Bispos avisam que situação no distrito de Muidumbe, Cabo Delgado, é "crítica" e "muito instável"

MoçambiqueSociedade

Mais de 50 pessoas foram decapitadas por terroristas num campo de futebol em Cabo Delgado

MoçambiqueSociedade

Deslocados de Cabo Delgado avançam para sul e já chegam a Sofala

Assine nossa Newsletter