Lucro do Banco do Brasil cai 23,3% por causa do fundo que cobre perdas de dívidas - Plataforma Media

Lucro do Banco do Brasil cai 23,3% por causa do fundo que cobre perdas de dívidas

O lucro ajustado do Banco do Brasil atingiu R$ 3,5 bilhões no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 23,3% em relação a igual período de 2019. O movimento foi mais uma vez puxado pelo fundo que cobre perdas de dívidas, que subiu 40,5%, para R$ 5,5 bilhões

Em relação ao segundo trimestre deste ano, o lucro registrou alta de 5,2%. Nos primeiros nove meses deste ano, o resultado do banco soma R$ 10,2 bilhões, queda de 22,9% em comparação ao observado de janeiro a setembro de 2019.

O lucro líquido total do banco, que considera itens extraordinários, ficou em R$ 3,1 bilhões de julho a setembro –queda de 27,5% em relação a igual período de 2019 e de 3,9% quando comparado ao trimestre anterior.

Os itens extraordinários consideram receitas e despesas não recorrentes, como as despesas com provisão para ações judiciais referentes aos planos econômicos em cadernetas de poupança, provisão extraordinária com demandas contingentes, entre outros.

No período observado de julho a setembro, as reservas contra calotes tiveram uma queda de 6,8% em relação ao segundo trimestre. Nos primeiros nove meses deste ano, essas provisões somaram R$ 17 bilhões, um avanço de 47,9% em comparação a igual intervalo do ano passado.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilEconomia

Brasil e banco americano assinam acordo de mil milhões de dólares americanos em investimentos

BrasilEconomia

Fuga de investidores do Brasil mais que dobra em 2020

BrasilPolítica

Receita Federal libera consulta do último lote de restituição do IR 2020

BrasilSociedade

Banco do Brasil é o maior credor de empresas que desmatam o país

Assine nossa Newsletter