Sevilha mostra ao Chelsea uma maneira mais inteligente de gastar - Plataforma Media

Sevilha mostra ao Chelsea uma maneira mais inteligente de gastar

Os enormes gastos com transferências do Chelsea até agora não conseguiram gerar o retorno esperado do investimento, já que os homens de Frank Lampard continuam sofrer golos num ritmo alarmante.

Os Blues esbanjaram £ 220 milhões ($ 284 milhões, 242 milhões de euros) em Timo Werner, Kai Havertz, Ben Chilwell, Hakim Ziyech e Edouard Mendy, enquanto Thiago Silva chegou do Paris Saint-Germain por transferência gratuita.

Por outro lado, até a elite europeia foi mais cautelosa, já que o Real Madrid não fez uma única contratação, o Barcelona tentou descarregar grandes salários e Leroy Sane foi a única chegada importante ao Bayern de Munique.

Ainda assim, o Chelsea está longe de ser considerado um dos principais candidatos na Liga dos Campeões, já que Lampard não conseguiu encontrar soluções para problemas familiares da sua primeira temporada no comando em Stamford Bridge.

O Chelsea venceu apenas dois dos cinco primeiros jogos da temporada na Premier League e por duas vezes perdeu a liderança contra o Southampton no sábado, já no segundo empate de 3-3 na temporada.

Em 43 jogos no campeonato sob o comando de Lampard, a equipe sofreu 63 golos.

No futuro, há sinais de que Werner e Havertz, que marcaram os seus primeiros golos na Premier League no fim de semana, estão a começar a entrusar, enquanto Ziyech e Christian Pulisic vão adicionar ainda mais poder de fogo quando voltarem das respetivas lesões.

No entanto, outro grande erro do guarda-redes mais caro do mundo, Kepa Arrizabalaga, custou caro contra o Southampton e o espanhol pode ter que começar contra o Sevilha na terça-feira, com Mendy improvável de voltar da lesão a tempo.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
DesportoMundo

Fãs do Chelsea criticam terceiro equipamento apresentado ontem

Desporto

Sevilha coleciona títulos mas Inter quer quebrar jejum com dez anos

Desporto

Chelsea descarta lay-off e pede aos jogadores que apoiem causas sociais

Assine nossa Newsletter