Marcelo admite recolher obrigatório para travar pandemia -

Marcelo admite recolher obrigatório para travar pandemia

O Presidente da República admitiu, esta sexta-feira, o recolhimento obrigatório como uma possível medida a aplicar em Portugal, caso o número de mortes causados pela pandemia se descontrole.

“Se há um agravamento brutal da situação, que esperamos que não aconteça e que está muito nas mãos das pessoas, tudo o que tiver de ser decidido é decidido e há graus progressivos de intervenção”, disse o Presidente da República, esta sexta-feira à tarde, numa esplanada em Aljezur, onde se encontra para ajudar à retoma económica da região algarvia.

Assumindo que os governantes querem evitar repor o “grau muito elevado” de intervenção em que Portugal já esteve, “por causa das consequências económicas e sociais” para o país, Marcelo Rebelo de Sousa abriu a porta a medidas que estão em vigor noutros países – como o recolher obrigatório e a interrupção de determinados bens e serviços a determinada hora – mediante a evolução do número de casos e de vítimas mortais. “Se o número de mortos disparar, aí temos um problema grave.”

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Marcelo marca eleições presidenciais portuguesas para 24 de janeiro

PolíticaPortugal

Marcelo propõe estado de emergência entre 9 e 23 de novembro

PolíticaPortugal

Marcelo esmagador, acumula vantagem na corrida à Presidência Portuguesa

PolíticaPortugal

Ana Gomes desagradada com Marcelo em casos judiciais de Angola e Moçambique

Assine nossa Newsletter