Como "O Grande Gatsby" se tornou uma arma contra Trump e os seus aliados - Plataforma Media

Como “O Grande Gatsby” se tornou uma arma contra Trump e os seus aliados

Pessoas usam citações do clássico de F. Scott Fitzgerald para criticar republicanos nas redes sociais

Poderia ter sido um dia qualquer na internet. Um comentário crítico circulou nas redes sociais sem citar especificamente o presidente Donald Trump e seus aliados republicanos, mas obviamente direcionado a eles.

Mas o trecho compartilhado nos últimos dias por educadores, escritores e veteranos de administrações presidenciais anteriores veio de uma fonte improvável –“O Grande Gatsby”, o romance de F. Scott Fitzgerald sobre ganância e aspiração publicado quase um século atrás.

“Quebravam e esmagavam coisas e criaturas e, então, se entrincheiravam atrás de seu dinheiro ou se escondiam por trás de sua indiferença ou seja lá o que fosse que os mantinha juntos enquanto deixavam que outras pessoas limpassem a sujeira que haviam feito”, diz o trecho em questão, na tradução de William Lagos, publicada no país pela editora L&PM.

“Eram pessoas descuidadas”, conclui Nick Carraway, o narrador, sobre Tom e Daisy Buchanan, personagens cujos excessos acabam destruindo a vida das pessoas que os cercam. “Destruíam coisas e pessoas e depois se refugiavam em seu dinheiro ou seu imenso descuidado, ou no que quer que fosse que os mantinha juntos, e deixavam que outros cuidassem do estrago que tinham causado.”

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
Política

Filho de Trump inquirido por comissão que investiga ataque ao Capitólio

MundoPolítica

PG de Nova Iorque tenta acusar Trump por desacato a investigação

Mundo

Trump e filhos devem prestar depoimento sobre negócios familiares

Lifestyle

Magnata conservador deixará Meta para apoiar agenda de Trump

Assine nossa Newsletter