‘Deveríamos salvar a Lava Jato’, diz arcebispo de Aparecida em celebração - Plataforma Media

‘Deveríamos salvar a Lava Jato’, diz arcebispo de Aparecida em celebração

Durante a missa de celebração do dia de Nossa Senhora Aparecida, na manhã desta segunda-feira, 12, dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, criticou o fim da Lava Jato, como declarado pelo Jair Bolsonaro na última semana. Para ele, falta diálogo e união para “salvar o futuro da humanidade”.

Em entrevista coletiva, após a missa, dom Orlando fez um apelo para a continuidade do combate à corrupção: “Está claríssimo que a impunidade está voltando e nós deveríamos salvar a Lava Jato, porque ali estamos vencendo o dragão da corrupção, que não deve voltar”.

A citação ao “dragão” da corrupção já havia aparecido no sermão de dom Orlando, durante a celebração solene. “Há dragões, dragões bravos, que querem matar a vida, mas Maria vence com a força da palavra. E nós também iremos vencer esses dragões. E um que está voltando, muito feio, se chama impunidade, com isso a corrupção vai continuar e não teremos vida econômica suficiente”, disse o arcebispo, durante a missa.

Leia mais em Istoé

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Polícia encontra dinheiro escondido entre nádegas de aliado de Bolsonaro

BrasilPolítica

Bolsonaro diz que Lava Jato vai continuar em estados e municípios com corrupção

BrasilPolítica

Sergio Moro pressionado pela família para sair do Brasil

AngolaBrasil

Lula pede ajuda a Eduardo dos Santos para provar inocência

Assine nossa Newsletter