Guiné-Bissau afirma que Portugal é primeiro parceiro na Europa - Plataforma Media

Guiné-Bissau afirma que Portugal é primeiro parceiro na Europa

A ministra dos Negócios Estrangeiros guineense, Suzi Barbosa, afirmou hoje que Portugal é o primeiro parceiro da Guiné-Bissau na Europa e que as relações entre os dois países são excelentes.

Em entrevista à agência Lusa, por ocasião da visita de Estado que o Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, inicia na quinta-feira a Portugal, a chefe da diplomacia guineense afirmou que as relações entre os dois países “são excelentes” e “têm vindo a melhorar”.

“De há um ano para cá tivemos a visita por duas vezes do ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, o que é inédito, mas isso também demonstra o bom estado das nossas relações políticas e diplomáticas”, afirmou.

A ministra guineense sublinhou que Portugal é o “primeiro parceiro” e “porta de entrada” da Guiné-Bissau na Europa, mas também representa as principais trocas comerciais e relações históricas e de cooperação.

“Justificam-se este tipo de visitas e acho importante que a primeira visita oficial do Presidente da República seja precisamente a Portugal, na Europa”, disse.

Para Suzi Barbosa, isso reflete o “bom estado” das relações político-diplomáticas entre os dois países.

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, realiza entre quinta e sexta-feira uma visita de Estado a Portugal, a primeira a um país da Europa.

Segundo a chefe da diplomacia, durante a sua estada em Portugal, Umaro Sissoco Embaló terá um encontro com o seu homólogo, Marcelo Rebelo de Sousa, visitará a Assembleia da República, bem como a sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

No âmbito da sua deslocação, o chefe de Estado deverá reunir-se também com a comunidade guineense residente na diáspora e com empresários portugueses interessados em investir na Guiné-Bissau.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter