Corte nas verbas para combate à violência contra mulher - Plataforma Media

Corte nas verbas para combate à violência contra mulher

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos usou apenas metade da verba deste ano para ações de proteção e igualdade de direitos.

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos usou até setembro metade da verba deste ano para proteção da mulher e igualdade de direitos. A pasta de Damares Alves ainda terá, em 2021, um corte de 25% dos recursos na área.

No entanto, com a pandemia da Covid-19, cresceu a violência contra a mulher. Os primeiros alertas foram feitos há seis meses.

No fim de março, para contestar as medidas de isolamento social, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reconheceu o problema. “Tem mulher apanhando em casa”, afirmou. “Por que isso? Em casa que falta pão, todos brigam e ninguém tem razão.”

Em abril, as denúncias de violência contra a mulher subiram 38% em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com o Ligue 180. A pasta de Damares não divulgou comparações em meses mais recentes.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Assine nossa Newsletter