Reservas de terras raras superiores às estimativas - Plataforma Media

Reservas de terras raras superiores às estimativas

As reservas de terras raras em Longonjo, na província do Huambo, centro de Angola, são duas a três vezes superiores às estimativas avançadas no Estudo de Pré-Viabilidade, anunciou a companhia mineira Pensana, parceira no projeto com a China Great Wall Industry Corporation (CGWIC).

“A SRK Consulting, respeitada especialista nesta indústria, avançou uma estimativa atualizada para Longonjo que é 2 a 3 vezes maior do que a anunciada no estudo de pré-viabilidade avançada do ano passado”, avançou a mineradora em comunicado.

As terras raras (metais) são aplicadas, designadamente na construção de supercondutores, catalisadores e baterias.

Para o Diretor Executivo da empresa, Dave Hammond, “esta atualização substancial sustentará os Estudos de Viabilidade Financeira”.

“Esperamos que esta nova estimativa prolongue de forma significativa a vida útil da mina, muito além dos nove anos definidos no Estudo de Viabilidade Preliminar produzido do ano passado”, disse Hammond.

E acrescentou: “começámos a explorar a mineralização de rocha fresca que se encontra imediatamente abaixo da zona intemperizada (de rocha desmanchada em frações minerais menores). Já testámos a 80 metros com vários furos, terminando em mineralização. Com novas perfurações esperamos aumentar a estimativa de recursos”.

A companhia indicou que “o projeto Longonjo parece muito impressionante quando comparado com as líderes do mercado, como a Lynas e a Mountain Pass. Mas, como todos os geólogos sabem, é difícil fazer uma comparação direta entre as estimativas de recursos”.

As potências ocidentais têm colocado as terras raras na lista de minerais estratégicos e estão a tentar desenvolver e formar as respetivas reservas, mas analistas dizem que o domínio da China no setor será difícil de abalar.

A companhia mineira Pensana anunciou este mês que celebrou um acordo com a China Great Wall Industry Corporation (CGWIC) para o financiamento, engenharia, aprovisionamento e construção do projeto Longonjo, em Angola.  

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter