Editora Livros Cotovia encerra após três décadas de atividade - Plataforma Media

Editora Livros Cotovia encerra após três décadas de atividade

A Livros Cotovia foi fundada em 1988, por André Fernandes Jorge (1945-2016), com seu irmão, o poeta João Miguel Fernandes Jorge, que abandonou o projeto editorial pouco tempo depois.

Aeditora Livros Cotovia, que reuniu, no seu catálogo, autores como Agostinho da Silva, Frederico Lourenço, Manuel Resende, a par de clássicos latinos e gregos, vai fechar “no final do ano”, anunciou hoje, na sua página oficial no Facebook.

“Caro Leitor, esta é a última presença da Cotovia na Feira do Livro de Lisboa. A editora fecha no final do ano”, lê-se na mensagem publicada pela editora, sobre uma imagem do seu pavilhão, no Parque Eduardo VII. “A partir de amanhã [terça-feira], disponibilizamos livros descatalogados no nosso pavilhão da Feira”, acrescenta a mensagem.

“Crónicas 1974-2001”, de Nuno Brederode dos Santos, e “Bucólicas”, de Virgílio, estão entre as mais recentes e derradeiras edições dos Livros Cotovia, assim como textos dramáticos de Federico García Lorca, Giovanni Testori e Witold Gombrowicz, incluídos na coleção “Livrinhos do Teatro”, construída em parceria com a companhia Artistas Unidos.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter