China: Máscaras e preocupações ficam para trás no festival de cerveja - Plataforma Media

China: Máscaras e preocupações ficam para trás no festival de cerveja

Milhares de amantes de cerveja chineses deixam as máscaras faciais e preocupações com o vírus para trás e concentram-se em grandes multidões.

O festival anual de cerveja em Qingdao abriu este fim de semana.

A China praticamente controlou o surto de coronavírus mediante uma série de bloqueios e restrições, e o pequeno número de casos tranquilizou os amantes de cerveja, apesar da pandemia global.

No festival, que abriu sexta-feira e vai até o final de agosto, comer e beber é uma atividade feita em conjunto. Assiste-se a espetáculos, fogos de artifício e prova-se mais de 1.500 tipos de cerveja disponíveis.

Muitos andavam pelo local, na província de Shandong, sem máscaras, com longas mesas cheias de pessoas alegres em cenários que lembram os dias pré-COVID-19.

A emissora estatal CCTV disse que o festival é uma oportunidade para as pessoas voltarem à “vida normal e aos copos”.

“Faz meio ano que viajei pela última vez … sinto-me feliz e relaxado no momento”, disse à CCTV Wang Hua, turista da província de Shanxi, no norte.

Mas nem tudo era tão normal.

A central “Cidade da Cerveja” é limitada a 30% da capacidade de visitantes, enquanto os funcionários devem usar máscaras e as temperaturas e os códigos de saúde dos visitantes são verificados.

Recipientes de cerveja importados também estão a ser testados para o vírus e são desinfetados antes de entrar no local, disseram as autoridades, depois de várias infeções locais serem vinculados a alimentos importados.

O resort à beira-mar é o lar da Tsingtao, uma das cervejas mais populares da China e das maiores exportadoras do mundo.

A cervejaria foi criada quando Qingdao se encontrava sob o domínio colonial alemão, entre 1898 e 1914.

A China registou 43 novas infecções por coronavírus na segunda-feira.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Related posts
BrasilSociedade

Laboratório diz que duas doses da Coronavac "neutralizam" Ómicron

MundoPolítica

Ministro da Economia do Perú testa positivo à Covid-19

Cabo VerdeSociedade

São Tomé inicia vacinação de menores e terceira dose para prioritarios

ChinaDesporto

Pandemia não cria “risco extra” para os Jogos Olímpicos de inverno

Assine nossa Newsletter