Revista 'Lancet' diz ao Mundo para aprender com a China para conter a covid-19 - Plataforma Media

Revista ‘Lancet’ diz ao Mundo para aprender com a China para conter a covid-19

A China controlou no geral a covid-19 e o resto do mundo ainda pode aprender com os sucessos deste país em controlar o surto, de acordo com o último editorial da revista médica The Lancet.

A resposta da China mostra a importância da capacidade doméstica de pesquisa e saúde pública, disse o editorial da publicação britânica.

Cientistas chineses foram rapidamente capazes de identificar o vírus e de compartilhar internacionalmente os dados do sequenciamento do genoma, logo após a covid-19 surgir, sustenta o artigo.

Até ao final de janeiro, os médicos da China já tinham identificado as características clínicas dos pacientes com covid-19, transmissão de pessoa para pessoa, sequência do genoma e epidemiologia, alertando o mundo sobre a ameaça da covid-19 com artigos de pesquisa publicados no The Lancet.

A China também tem estado na vanguarda da pesquisa de vacinas, com resultados promissores de testes iniciais de uma vacina recombinante tipo 5 vetorial de adenovírus, desenvolvida na China e publicada no The Lancet em maio e julho, segundo o artigo.

Enquanto isso, alcançar uma implementação rápida e eficaz das medidas de controle para a covid-19 requer amplo engajamento da comunidade, e a solidariedade da comunidade “tem sido sem precedentes durante o surto da covid-19 na China”.

O artigo também disse que enfrentar uma emergência de saúde global como uma pandemia requer colaboração aberta, e quando se trata da covid-19 “fazer a China de bode expiatório pela pandemia não é uma resposta construtiva”.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
BrasilSociedade

Laboratório diz que duas doses da Coronavac "neutralizam" Ómicron

Cabo VerdeSociedade

São Tomé inicia vacinação de menores e terceira dose para prioritarios

ChinaDesporto

Pandemia não cria “risco extra” para os Jogos Olímpicos de inverno

MundoSociedade

França identifica nova variante com mais de 40 mutações genéticas

Assine nossa Newsletter