Pandemia está a atingir a velocidade máxima em África -

Pandemia está a atingir a velocidade máxima em África

O diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana, John Nkengasong, diz que a pandemia está a atingir velocidade máxima em África, apelando para o uso generalizado de máscaras.

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu esta quinta-feira para 12206. Mais 251 nas últimas 24 horas, em cerca de 522 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados subiu para 522.104, mais 14018 nas últimas 24 horas. Enquanto o número de recuperados é de 254.361, mais 9293.

A África Austral regista o maior número de casos (233.016) e contabiliza 3724 mortos. A grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais vítimas, com 224665 casos e 3602 mortos.

“Cruzamos o número crítico de 500 mil casos, a pandemia está a atingir a velocidade máxima. Por isso, gostaria de fazer um apelo ao continente: temos de ser corajosos, arrojados e deliberados na implementação de medidas de saúde publica de forma generalizada”, disse John Nkengasong.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
Sociedade

Covid-19: Recuperação em África será lenta e desigual

PortugalSociedade

Mais 87 mortes e 4868 casos de Covid-19 em Portugal

MundoSociedade

Covid-19. Como transportar milhões de vacinas de forma rápida e segura?

PortugalSociedade

Portugueses apoiam restrições às viagens no Natal e Ano Novo

Assine nossa Newsletter