Portugal: Marcelo diz que visita à Madeira foi "positiva" e "esclarecedora" - Plataforma Media

Portugal: Marcelo diz que visita à Madeira foi “positiva” e “esclarecedora”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, classificou hoje a sua visita de 24 horas à Madeira de “positiva” e “esclarecedora”.

“Eu vou daqui com muita informação, com muitos elementos políticos importantes e, portanto, habilitado para exprimir, traduzir, transmitir e explicar a importância daquilo que se está a passar na Madeira”, disse no Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo na visita à Unidade de Rastreio e Vigilância à covid-19 que monitoriza os passageiros desembarcados na região.

Marcelo Rebelo de Sousa disse ainda achar que o balanço da visita “é muito positivo”.

“Foi muito muito esclarecedora, em todos os domínios, no domínio da saúde pública e da estratégia definida, da organização, da execução, dos resultados, do que isso significa em termos de mérito de quem pôs de pé, planeou, antecipou e, depois, concretizou”, acrescentou.

Adiantou ainda regressar a Lisboa com mais informação da realidade social, da reação da sociedade madeirense, das necessidades financeiras, a médio e longo prazo, e das perspetivas adicionais através da auscultação dos empresários, em especial os do turismo, e da população.

“Eu vou ver, agora, como é a eficácia [do controlo dos visitantes à chegada], se está provado este sistema e se isso pode ser um motivo de reflexão adicional a nível nacional”, concluiu.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou hoje o Centro de Saúde do Bom Jesus, a Unidade de Internamento Polivalente/Unidade de Cuidados Intensivos dedicada à covid-19, no Hospital Central do Funchal, a freguesia de Câmara de Lobos, que foi alvo de uma cerca sanitária devido ao aparecimento de uma cadeia de transmissão ativa de covid-19 tendo visitado o complexo habitacional da Cidade Nova onde se deu o surto, esteve num lanche com as direções da Instituições Particulares de Solidariedade Social e, antes de regressar a Lisboa, a Unidade de Rastreio à covid-19 no Aeroporto da Madeira.

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, também classificou de “positiva” a visita de trabalho de Marcelo Rebelo de Sousa, salientando que o Presidente da República teve a possibilidade de “ver ‘in loco'” as dificuldades da região no atual quadro de crise pandémica.

“Numa conversa franca que tivemos para a necessidade do Presidente da República, enquanto órgão de magistratura supremo da Nação, eleito por sufrágio universal, constituir uma ponte de ligação, de articulação e de concertação entre as necessidades da Região e aquilo que são as expetativas relativamente ao Estado designadamente para a retoma da nossa economia e necessidades orçamentais”, disse.

“Penso que foi uma visita profícua e neste momento estão criadas as condições para construirmos novas plataformas de entendimento para o futuro”, observou.

A Madeira mantém o total de 93 casos de covid-19, com 90 recuperados e apenas três ativos, sem necessidade de cuidados hospitalares, indicou hoje o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE).

“Os três casos [ativos] foram identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira”, esclarece a entidade, em comunicado, vincando que os viajantes permanecem em confinamento em unidade hoteleira ou residência própria.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 530 mil mortos e infetou mais de 11,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.614 pessoas das 43.897 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Related posts
BrasilDesporto

Lágrimas no adeus de Marcelo ao Real Madrid após 16 anos

Guiné-BissauPolítica

Parlamento da Guiné-Bissau exige “decoro”a órgãos de soberania

PolíticaPortugal

Madeira exige que DGS corrija números que levam Europa a colocar ilha em risco máximo

BrasilPolítica

O delírio tropical de Bolsonaro nas mini férias de Carnaval

Assine nossa Newsletter