China nomeia o chefe da agência de segurança nacional de Hong Kong - Plataforma Media

China nomeia o chefe da agência de segurança nacional de Hong Kong

A China nomeou um radicalista conhecido por acabar com protestos na China continental como o chefe da nova agência de segurança de Hong Kong, informou a comunicação estatal, dias depois de impor uma lei abrangente no território que criminaliza os dissidentes.

Zheng Yanxiong vai assumir o cargo de chefe da agência de segurança nacional criada sob a legislação que autoriza os agentes de segurança do continente a operar dentro de Hong Kong sem esbarrar nas leis da região. Algo sem precedentes.

A agência engloba poderes de investigação e ação judicial. Como tal, a monitorização das informações relacionadas à segurança nacional e os processos adjacentes passam a ser entregues às autoridades do continente a partir deste novo meio.

Zheng subiu nas fileiras do governo local na província de Guangdong, ao sul de Hong Kong, para servir como secretário-geral do comité provincial do Partido Comunista.

O homem de 56 anos é conhecido como um homem de linha dura, com reputação no cessamento de protestos anticorrupção violentos que eclodiram em Wukan, uma vila na província, em 2011.

O território de Hong Kong foi abalado por vários meses com protestos pró-democracia violentos em 2019, um movimento que Pequim deseja reprimir com a nova lei.

No mesmo dia, o Conselho de Estado também nomeou Luo Huining – atualmente diretor do Escritório de Ligação de Pequim na cidade semi-autónoma – como consultor de segurança nacional da recém-formada comissão de segurança nacional da cidade, presidida pela Chefe do Executivo Carrie Lam.

O Conselho de Estado na quinta-feira também nomeou o oficial veterano de Hong Kong, Eric Chan Kwok-ki, como secretário-geral da comissão.

A comissão – também criada pela nova lei – vai fazer a supervisão da formulação de políticas relacionadas à lei de segurança nacional em Hong Kong.

Chan atuou anteriormente como chefe do gabinete do Chefe do Executivo de Hong Kong, antes disso, era chefe de imigração no território.

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter