Covid-19 pode atrasar em décadas os direitos das mulheres - Plataforma Media

Covid-19 pode atrasar em décadas os direitos das mulheres

Especialistas ouvidos pelo The Guardian falam mesmo em 50 anos de progresso deitados para o lixo, a não ser que o governo britânico intervenha

A pandemia de Covid-19 que tem vindo a assolar o mundo desde o final do ano passado está está a ter um efeito devastador sobre a igualdade de género e pode atrasar os direitos das mulheres por diversas décadas, afirmaram especialistas britânicos na véspera do 50.º aniversário da Lei da Igualdade de Remuneração.

Numa semana em que foi revelado que as mulheres estão a sofrer mais com tarefas domésticas e estão a perder empregos em maior número do que homens, ativistas, políticos e especialistas em trabalho concluíram que uma escassez de vozes femininas no governo britânico também corre o risco de colocar 50 anos de progresso em sentido inverso.

“Na minha opinião, a igualdade no local de trabalho terá sofrido um grande revés por causa desta crise pandémica, a menos que o governo intervenha para evitá-la”, afirmou Sam Smethers, da Sociedade Fawcett.

“Estamos a analisar a perspetiva de um local de trabalho de duas camadas, onde os homens voltam e as mulheres ficam em casa. Levamos 20 anos para chegarmos tão longe na participação feminina no trabalho, mas pode levar apenas alguns meses para perder isso tudi”, acrescentou ainda.

Assine nossa Newsletter