Federação proíbe "transferências ponte" no futebol português - Plataforma Media

Federação proíbe “transferências ponte” no futebol português

Contratações que visam apenas questões estratégicas de mercado e que se transformam normalmente em empréstimos, sofrem um golpe.

A Direção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) proibiu a existência de “transferências ponte” no futebol nacional.

Ou seja, um jogador terá de estar um período mínimo de 16 semanas no clube que o contratou antes de ser novamente negociado.

Significa isto que as contratações-negócio, aquelas que visam apenas questões estratégicas de mercado e que se transformam normalmente em empréstimos, sofrem um golpe, porque os jogadores ficam vinculados aos emblemas, pelo menos, uma janela de mercado.

Leia mais em O Jogo

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
Desporto

Guarda-redes Tom King marca golo a 96,01 metros e entra no Guiness Book

DesportoPortugal

Braga elimina Benfica e está na final da Taça da Liga

BrasilDesporto

À frente de City e PSG, Palmeiras na vice-liderança dos melhores clubes do mundo em 2020

DesportoPortugal

Sporting vence FC Porto e está na final da Taça da Liga

Assine nossa Newsletter