Bruxelas e Pequim têm acordo para ajudar África a enfrentar crise - Plataforma Media

Bruxelas e Pequim têm acordo para ajudar África a enfrentar crise

Segundo a delegação da UE na China, Borrell e Wang mantiveram na sexta-feira conversações pelo telefone durante as quais debateram a luta contra a covi-19 e a agenda bilateral entre as duas partes.

Ambos indicaram que a covid-19 representa um “desafio considerável” para os países em vias de desenvolvimento, especialmente “os menos desenvolvidos e os que estão submersos em conflitos”.

Borrell sublinhou que “a solidariedade internacional e a cooperação são essenciais” perante a pandemia da covid-19, e agradeceu em nome da Europa o apoio da China “num momento tão difícil”.

O espanhol afirmou que viajará a Pequim para participar no Diálogo Estratégico UE-China quando terminarem as restrições às viagens e se possam retomar as cimeiras políticas de alto nível.

Por outro lado, a televisão pública chinesa CGTN referiu que Wang pediu para não se politizar a cooperação na luta contra a covid-19.

O chefe da diplomacia chinesa assegurou que a ajuda prestada pela China à Europa é marcada pelo “espírito humanitário internacional”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 57 mil.

Related posts
BrasilSociedade

Laboratório diz que duas doses da Coronavac "neutralizam" Ómicron

MundoPolítica

Ministro da Economia do Perú testa positivo à Covid-19

Cabo VerdeSociedade

São Tomé inicia vacinação de menores e terceira dose para prioritarios

ChinaDesporto

Pandemia não cria “risco extra” para os Jogos Olímpicos de inverno

Assine nossa Newsletter