Postos de trabalho resultam das reformas

por Arsenio Reis

Um dos principais pontos dos recém-divulgados dados económicos da China para os primeiros três trimestres é que a situação do emprego é melhor do que o esperado.

Este desempenho animador é inseparável da importância que o governo central atribuiu à questão do emprego, tal como indicam os relatórios do governo do primeiro-ministro Li Keqiang dos últimos três anos e as múltiplas reuniões do Conselho de Estado, o conselho de ministros da China.

O facto de a China ter conseguido criar tantos novos postos de trabalho, apesar dos profundos ajustes económicos globais e numerosos fatores difíceis e incertos enfrentados pela economia, constitui prova de que existe suficiente elasticidade na economia apesar do crescimento do PIB ser mais lento. A situação do emprego melhor do que o esperado é também prova de que o desenvolvimento económico da China está no bom caminho e possui uma base sólida.

No passado, cada 1 por cento de crescimento do PIB conseguia ajudar a criar 1 milhão de novos postos de trabalho na China. Contudo, com a otimização da estrutura económica do país e o crescimento da quota do setor terciário, esse mesmo crescimento do PIB significa agora emprego para 1,9 milhões de pessoas. Isto demonstra que não existe contradição entre os esforços da China de aumentar a sua taxa de emprego e os seus esforços para promover um ajuste estrutural orientado para os serviços.

O facto de ser um resultado das reformas promovidas pelo governo em diversas áreas também explica o porquê de o país ter assistido a um crescimento do emprego numa altura em que a economia abrandou.

A série de reformas profundas promovidas pelos altos dirigentes, desde a simplificação dos procedimentos administrativos e delegação dos poderes do governo central para governos de nível inferior, até às medidas práticas para incentivar o empreendedorismo e inovação em massa, injetaram uma nova vitalidade nas startups e na criação de emprego.

O crescimento do emprego nos primeiros três trimestres prova que o desenvolvimento económico da China está a garantir de forma mais eficiente o acesso das pessoas aos frutos da sua economia em rápido crescimento. 

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!