CONSUMO DE ENERGIA EM QUEDA NO BRASIL - Plataforma Media

CONSUMO DE ENERGIA EM QUEDA NO BRASIL

 

O consumo de energia elétrica no Brasil teve , em 2014, o menor crescimento, 2,2%, desde a procura demanda negativa de 1,1%, registada em 2009.

Os dados constam da Resenha Mensal de Energia Elétrica, divulgada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).  A resenha mostra que o consumo de energia elétrica cresceu 3,4% em 2013, ficando praticamente estável em relação aos 3,5% de crescimento em 2012.

O fraco desempenho do setor energético no ano passado teve como principal responsável o setor industrial brasileiro, que ficou bem abaixo das previsões iniciais do setor. Em 2014, o consumo da industria caiu 3,6%, comparado a 2013.

Para a EPE, embora o consumo de energia tenha apresentado taxas de crescimento positivas no primeiro trimestre, a retração da produção industrial “se agravou no segundo semestre, estendendo-se aos demais segmentos e refletindo no consumo de eletricidade industrial como um todo”.

O recuo da indústria foi em parte compensado pelo crescimento da demanda dos setores de comércio e serviço e residencial, o que acabou por garantir a expansão de 2,2% na demanda global ao longo do ano passado.

Em 2014, a procura do setor de serviço e comércio chegou a crescer 7,3% em relação a 2013, liderando mais uma vez a expansão do consumo de energia. Em alguns períodos do ano, houve influência das altas temperaturas, especialmente no primeiro trimestre, com picos de até 16% no crescimento do consumo, em relação aos mesmos meses de 2013, segundo a EPE.

Outros fatores, de natureza estrutural, também contribuíram para expansão do consumo de energia comercial, como a expansão de shoppings, modernização e crescimento do movimento em aeroportos  e o aumento da rede hoteleira.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter