BRASIL TAXA TUBOS DE AÇO MADE IN CHINA - Plataforma Media

BRASIL TAXA TUBOS DE AÇO MADE IN CHINA

 

Desde o final de outubro que tubos de aço da China e ímãs de ferrite da China e da Coreia do Sul pagarão mais para entrar no Brasil, em tarifas antidumping. 

 

Para os tubos de aço, a tarifa será aplicada em caráter definitivo para peças sem costura e com diâmetro externo entre 3 e 141,3 milímetros. A tonelada pagará US$ 908,59 para entrar no Brasil. Os tubos de aço sem costura são usados principalmente na produção de anéis internos e externos e na produção de rolamentos. Numa outra resolução, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) aplicou tarifa antidumping para ímãs de ferrite em forma de arco procedentes da China e da Coreia do Sul. As peças importadas da China pagarão de US$ 599,02 a US$ 3.044,34 por tonelada para entrar no país, dependendo da empresa produtora. No caso da Coreia do Sul, a tarifa variará de US$ 190,64 a US$ 2.214,90 por tonelada conforme a empresa. Apenas uma empresa coreana se livrou da tarifa antidumping.

Os ímas de ferrite em formato de arco são usados principalmente em motores de corrente contínua e em peças de automóveis como levantadores de vidro, limpadores de para-brisas, motores de partida e de ventilação. O produto também é usado em equipamentos como esteiras ergométricas, geradores de energia para motocicletas e compressores de geladeira. Prática comercial condenada pela Organização Mundial do Comércio, o dumping consiste na venda de mercadorias abaixo do preço de mercado para eliminar os fabricantes nacionais, que não têm condições de reduzir os custos de produção. Para evitar a concorrência desleal, o governo tem o direito de aplicar a tarifa antidumping para trazer os preços para os níveis de mercado.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter