Início Destaques Acordo para desmilitarizar Zaporíjia

Acordo para desmilitarizar Zaporíjia

Emmanuel Macron retomou o protagonismo relativo à guerra na Ucrânia ao organizar em Paris uma conferência para a reconstrução do país. A iniciativa recebeu dos participantes compromissos financeiros de mil milhões de euros. Além disso, o presidente francês revelou ter sido alcançado um acordo para desmilitarizar a central nuclear de Zaporíjia.

No início da conferência que juntou dignitários de 50 países, além de governantes ucranianos e da primeira-dama Olena Zelenska, Macron disse que a fórmula como o acordo para desmilitarizar a central controlada por tropas russas está por encontrar. “As próximas semanas serão cruciais”, disse. O líder francês manifestou preocupação com a situação na maior central nuclear da Europa, alvo de ataques constantes de que Kiev e Moscovo se acusam mutuamente. “Conseguimos proteger Chernobyl e o nosso objetivo é fazer o mesmo em Zaporíjia”, disse.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!