Macau afirma-se na cooperação entre os media da China e dos PLP - Plataforma Media

Macau afirma-se na cooperação entre os media da China e dos PLP

Três séries de documentários produzidos por estações de televisão da China foram na terça-feira oferecidos a estações de televisão dos países de língua Portuguesa, numa cerimónia que decorreu nos estúdios da TDM

A “Cerimónia de Oferta de Documentários sobre a Cultura Chinesa – usando a cultura como meio de comunicação para a promoção de cooperação entre os media da China e dos Países Lusófonos” é uma organização conjunta do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e a TDM-Teledifusão de Macau, S.A.

Na cerimónia intervieram Liu Xianfa, Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros na RAEM, Yan Chengsheng, Director do Departamento de Cooperação Internacional da Administração Estatal de Rádio e Televisão da China, Ji Xianzheng, Secretário-Geral do Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), Inês Chan, Directora do Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM, e Dr. António José de Freitas, Presidente do Conselho de Administração da TDM-Teledifusão de Macau.

A Cerimónia contou com uma participação de cerca de 80 participantes, incluindo os responsáveis dos media de vários países de língua portuguesa, designadamente de Portugal, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde, bem como os delegados dos Países Lusófonos no Secretariado Permanente do Fórum de Macau.

O Comissário Liu Xianfa referiu que o Presidente Xi Jinping atribui grande importância à transmissão e divulgação da excelente cultura tradicional chinesa, pelo que “seleccionámos com cuidado e traduzimos três documentários sobre a cultura chinesa e oferecemo-los aos media dos países de língua portuguesa, com o objectivo de aproveitar a cultura como um meio para desenvolver um novo caminho para a cooperação entre os media da China e dos países de língua portuguesa, fornecer novas dinâmicas a esta cooperação e elevá-la para um novo patamar”. Espera-se que todos os media da língua portuguesa continuem a ser promotores do intercâmbio cultural e humanístico, defensores da equidade e justiça e promotores do desenvolvimento global, de forma a darem uma maior contribuição à construção da Comunidade com Futuro Compartilhado para a Humanidade.

Leia mais em TDM

Related posts
BrasilCultura

Brasil 200: A nova rádio para juntar brasileiros e portugueses

China

Pedido maior intercâmbio com PLP na área da saúde

CulturaMacau

Bicentenário do jornal “Abelha da China” celebrado em Lisboa 

MundoSociedade

Exército de Israel admite 'possibilidade alta' de ter matado jornalista

Assine nossa Newsletter