Macau desenvolve Hengqin - Plataforma Media

Macau desenvolve Hengqin

A província chinesa de Guangdong continua a apresentar resultados anuais positivos, com o PIB a aumentar. Publicado recentemente, o relatório demonstra também que Hengqin tem crescido exponencialmente e, em grande parte, graças às transações comerciais com Macau

De acordo com o Gabinete de Estatísticas da Província, o setor de fabrico foi a indústria líder durante este semestre, com principal crescimento nas áreas de tecnologia informática, telecomunicação, entre outros equipamentos eletrónicos, assim como na produção automóvel.

O teletrabalho implementado com a pandemia impulsionou até um crescimento de 27,3 por cento no setor de produção de computadores e materiais de escritório, com uma subida repentina após o início do surto em 2020. Com 8.94 milhões de funcionários em teletrabalho, este setor atingiu as 96.291.242 unidades de exportação em 2021, um crescimento anual de 20,17 por cento, com um valor total de 33 mil milhões de RMB, fazendo desta região a principal exportadora de cadeiras de escritório do país.

Leia também: Lançadas medidas de isenção fiscal na zona de cooperação em Hengqin

A cadeia industrial de Guangdong sofreu muito com a pandemia, por isso o Governo da província criou uma equipa especial responsável pela segurança e estabilidade de acordo com a política de “lista branca”, para garantir o “reinício da atividade e produção” e acelerar a sua operação. Em entrevista à Southern Finance, o responsável pelo Grupo GAC partilha que durante estes seis meses foram produzidas 26.844 unidades de novos veículos a combustíveis alternativos e vendidas 26.740 unidades, representando um crescimento anual de 190,2 e 172,6 por cento, respetivamente. A indústria de veículos movidos a fontes de energia alternativas cresceu em 166,8 por cento.

O grupo é obrigado a reportar diariamente sobre os fornecedores “parados” ao Ministério da Indústria e Tecnologia de Informação, assim como às autoridades que garantem a segurança e estabilidade da cadeia industrial a nível municipal e provincial e apenas podem resumir atividade depois de serem colocados na “lista branca”.

NOVA ECONOMIA E NOVAS INDÚSTRIAS

A digitalização levou ao desenvolvimento de mais indústrias de serviço e novo investimento nestes negócios emergentes. Em entrevista ao “The Economic Observer”, Peng Peng, presidente executivo da Associação de Reforma de Guangdong, afirma que a reestruturação do setor secundário em Guangdong levou a um crescimento significativo em investimentos na tecnologia industrial, alta tecnologia e indústrias de produção avançadas.

Segundo o “Projeto Geral de Construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin”, indústrias como as de circuitos integra- dos e componentes eletrónicos devem ser desenvolvidas. No ano passado, o Fundo de Investimento para Indústrias de Semicondutores Guangdong-Macau chegou a Hengqin com 10 mil milhões de capital.

A 27 de julho a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin anunciou as “Medidas de Promoção do Desenvolvimento da Indústria de Circuitos Integrados na Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin”, com um incentivo único de pelo menos 10 milhões de RMB para novas sedes empresariais na região que cumpram com os requisitos impostos, assim como uma série de subsídios para apoiar a competitividade da indústria.

Leia também: Hengqin vai simplificar circulação de mercadorias entre Macau e Guangdong

É importante notar que embora vários indicadores de Guangdong tenham demonstrado recuperação após ser reiniciada a atividade laboral, a taxa de crescimento da província continua abaixo do nível nacional. De acordo com o Gabinete de Estatísticas de Guangdong, os principais indicadores económicos do segundo trimestre deste ano demonstraram crescimento, mas a economia continua a sofrer pressão em três frentes: diminuição da procura, choque de oferta e previsões fracas. Peng Peng acredita que o crescimento de Guangdong em indústrias emergentes significa que a estrutura económica da província foi transformada. “Um investimento duplicado sem eficiência de mercado poderá impactar o PIB.”

90 POR CENTO DAS TRANSAÇÕES COMERCIAIS DE HENGQIN SÃO COM MACAU

O valor acrescentado do setor financeiro de Hengqin atingiu os 8.2 mil milhões de RMB, um crescimento anual de 11 por cento, enquanto as transações de gestão financeira excederam os 30 milhões – mais de 90 por cento com Macau.

Até final de junho foram criadas 711 empresas financeiras em Hengqin. Ao longo destes seis meses, o volume de liquidação de transações transfronteiriças em RMB atingiu os 154.3 mil milhões, com um crescimento anual de 21,1 por cento.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter