Ataque de drone dos EUA no Afeganistão mata principal líder da Al Qaeda - Plataforma Media

Ataque de drone dos EUA no Afeganistão mata principal líder da Al Qaeda

Ayman al-Zawahiri, de 71 anos, foi morto em um ataque a drone em Cabul, no maior golpe para o grupo terrorista desde a morte de seu fundador Osama bin Laden, em 2011

O principal líder da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, de 71 anos, foi morto em um ataque de drone dos EUA no Afeganistão, anunciou na noite desta segunda-feira (01/08) o presidente americano, Joe Biden. É o maior golpe para o grupo terrorista desde que seu fundador Osama bin Laden foi morto em 2011.

Leia também: Rússia acusa EUA de “desestabilizar o mundo” com possível visita de Pelosi a Taiwan

“A justiça foi feita”, disse Biden. “Este líder terrorista não existe mais”, acrescentou.

Ataque de drone dos EUA no Afeganistão mata principal líder da Al Qaeda

Zawahiri, médico e cirurgião egípcio, ajudou a coordenar os ataques de 11 de setembro de 2001, que mataram cerca de 3 mil pessoas. Ele assumiu o controle da Al Qaeda depois que bin Laden foi morto por forças especiais dos EUA no Paquistão, em 2011.

Os EUA realizaram o ataque no fim de semana, mas adiaram a divulgação das informações até que a morte pudesse ser confirmada. Biden disse que a operação de contraterrorismo foi “bem-sucedida” e que “não houve vítimas civis”.

Leia também: Porta-aviões dos EUA entra no mar da China em fase de tensão devido a Taiwan

A morte de Zawahiri em Cabul neste fim de semana levanta questões sobre se o líder da Al Qaeda estava recebendo refúgio do Talibã após a tomada da capital afegã, em agosto de 2021, quando as últimas tropas lideradas pelos EUA deixaram o país.

Em um comunicado, o porta-voz do Talibã Zabihullah Mujahid confirmou que um ataque ocorreu e o condenou veementemente, chamando-o de violação de “princípios internacionais”.

Leia mais em: ISTOÉ
Assine nossa Newsletter