A origem da cozinha Macaense em Macau (Última parte)

A origem da cozinha Macaense em Macau (Última parte)

O Padre Manuel Teixeira, conhecido historiador de Portugal e Macau, escreveu a “Lenda da Origem dos Macaenses em Macau” no 20.º número da edição chinesa da Revista de Cultura. Este artigo prova que os macaenses não tinham ascendência chinesa originalmente. “Na nossa opinião, as primeiras pessoas que seguiram os portugueses para a China foram indianas e malaias, podendo haver também uma ou duas portuguesas (europeias).”

Macau Com a mudança dos tempos, portugueses residentes em Macau começaram a casar com chinesas. Em meados do século XVII, a migração de residentes de Lingnan (a área que cobre a província de Guangdong e Guangxi) e das zonas costeiras da província de Fujian para Macau continuou a aumentar. Esta situação propicia condições favoráveis ​​para que portugueses ou outras etnias da colónia portuguesa se casem com chinesas, momento em que surge uma nova geração de mestiços.

Leia mais sobre o assunto em: A origem da cozinha Macaense em Macau (Primeira Parte) e A origem da cozinha Macaense em Macau (Segunda Parte)

E apresenta outra razão. “Embora houvesse poucos casamentos entre Portugal e a China antes da abertura do porto, um grande número de escravas chinesas entrou nas suas famílias quando os empresários portugueses comercializaram e se estabeleceram ao longo da costa da China. Há muitos portugueses do sexo masculino a viver com estas escravas ou como concubinas, tendência desenvolvida por estes empresários e soldados portugueses em Goa, Malaca, Índia e outros locais. ”

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
LifestyleMacau

Gastronomia: Aulas com chefes macaenses até abril

CulturaPlataforma Sabores

Gastronomia: Livro com receitas da diáspora chega em uutubro

LifestylePlataforma Sabores

Estes são os melhores gelados veganos do mundo

PortugalSociedade

Morreu Maria de Lourdes Modesto, referência da cozinha de Portugal

Assine nossa Newsletter