As celebridades que não vão deixar herança aos filhos - Plataforma Media

As celebridades que não vão deixar herança aos filhos

No mundo das estrelas é comum os filhos serem presenteados com heranças abundantes, mas existe um grupo de famosos que se recusa a deixar a fortuna conquistada para a família, preferindo doá-la ou gastar tudo antes de morrer.

O agente secreto 007 Daniel Craig já falou por diversas ocasiões sobre não acreditar no conceito de herança relembrado, em entrevista à revista “Candis”, uma máxima: “Quem morre rico é porque falhou”. Com um património líquido avaliado em mais de 138 milhões de euros, diz que tem como objetivo gastar ou oferecer tudo antes de morrer, deixando as duas filhas sem herança.

A dupla de atores Mila Kunis e Ashton Kutcher já confirmou que vai doar tudo. Em 2018, no podcast “Armchair expert”, Kutcher admitiu saber a vida privilegiada que a família tem, afirmando que nem uma conta poupança criou para os filhos e que acabará por doar a fortuna avaliada em 333 milhões de euros.

O chefe e personalidade britânico Gordon Ramsay tem uma fortuna estimada em 107 milhões de euros graças aos restaurantes e a inúmeros programas televisivos, como “Hell”s kitchen”. Em entrevista a “The Telegraph”, afirmou que não deixa os cinco filhos viajarem com ele em primeira classe porque eles nunca trabalharam para terem direito a esses luxos. Apenas deixará aos descendentes o equivalente a 25% de entrada para a compra de um imóvel – e nada mais, com medo de os mimar.

Bill Gates, o homem por detrás da Microsoft, com uma fortuna avaliada em 111 mil milhões de euros, afirma que o dinheiro não vai parar à conta bancária dos três filhos. A intenção é doar a instituições de caridade e ao seu organismo, a Fundação Bill e Melinda Gates, que tem em conjunto com a mulher. O bilionário acredita que não é saudável as crianças terem tanto dinheiro porque evitará que trilhem o seu próprio caminho.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter