Fórum Macau: Reforço de intercâmbio cultural com PLP

Fórum Macau: Reforço de intercâmbio cultural com PLP

O secretário-adjunto do Fórum, Ding Tian, considera que a pandemia da covid-19 veio mostrar “a importância da construção de uma comunidade de futuro partilhado”

O Fórum de Macau vai fomentar “ainda mais” o intercâmbio cultural entre China, Macau e países lusófonos, bem como a cooperação em todas áreas “para um novo patamar”, afirmou o secretário-geral adjunto.

Na inauguração, na sexta-feira, da 13.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, Ding Tian, secretário-adjunto do Fórum, disse que o intercâmbio cultural e artístico “veio enaltecer”, durante a pandemia da covid-19, “a importância da construção de uma comunidade de futuro partilhado para a humanidade”, de acordo com um comunicado divulgado no sábado.

Para desenvolver o papel de Macau como plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os países de língua portuguesa, consagrado no 14.º plano quinquenal do Estado chinês, esta edição da semana cultural integra novos elementos, como o concurso da criação de vídeos promocionais sobre os países lusófonos, o ciclo de exposições artísticas “Policromias Lusófonas” e ‘workshops’ dos países de língua portuguesa, a decorrer desde Junho, em formatos ‘online’ e ‘offline’.

Na página electrónica da semana cultural, 18 programas vão dar a conhecer peças de ópera Huangmei da província chinesa de Anhui (leste), música, dança, teatro, artesanato e gastronomia dos nove países participantes no Fórum: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e China.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Economia

BNU e ICBC assinam Memorando para alavancar as suas redes globais

Assine nossa Newsletter