Ricardinho despede-se da seleção portuguesa - Plataforma Media

Ricardinho despede-se da seleção portuguesa

É o adeus do mágico do futsal à seleção nacional aos 36 anos. Ricardinho anunciou esta terça-feira, na companhia do selecionador Jorge Braz e do presidente da Federação, Fernando Gomes, que vai deixar de representar Portugal. Já não vai ao Euro 2022, em que Portugal defende o título ganho em 2018.

Em março já tinha antecipado essa possibilidade na entrevista que deu ao Diário de Notícias. O ainda jogador do ACCS Paris confessou que queria sair no auge e deixa assim de vestir a camisola do país que serviu durante 187 jogos e que ajudou a conquistar os dois principais títulos da modalidade: o Europeu de 2018 e o Mundial de 2021!

O seis vezes eleito o melhor jogador de futsal do Mundo (2010, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018) vestiu a camisola das quinas durante 3673 minutos ao longo de 18 anos. O primeiro jogo foi frente a Andorra, a 26 de junho de 2003, no Torneio Internacional do Algarve. Tinha 18 anos e entrou para o lugar de Zézito aos 35 minutos. Portugal ganhou, por 8-4, sem qualquer golo de Ricardinho, que agora se despede com 141 golos marcados.

O último jogo foi aquele que deu o título mundial à seleção, frente à Argentina (2-1), em Kaunas, na Lituânia, na final do Campeonato do Mundo, em que levantou o troféu e foi eleito o melhor jogador do torneio. Já tinha sido o MVP do Euro 2007 e Euro 2018.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter