Bolsonaro usou dados falsos para afirmar que mortes foram inflacionadas na pandemia

Bolsonaro usou dados falsos para afirmar que mortes foram inflacionadas na pandemia

Presidente brasileiro afirmou que o país teve pelo menos “50% menos mortes” por covid-19 do que o anunciado pelos dados oficiais

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) do Senado brasileiro apurou esta terça-feira que o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, usou dados falsos para afirmar que o número de mortos por covid-19 foi inflacionado por governadores e prefeitos.

A comissão parlamentar ouviu o depoimento de Alexandre Marques, funcionário do Tribunal de Contas da União (TCU), que admitiu ser autor de um documento de trabalho que Bolsonaro citou, como se fosse um documento oficial daquele órgão fiscalizador, para afirmar que o país teve pelo menos “50% menos mortes” por covid-19 do que o anunciado pelos dados oficiais.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter