Cuba e seu possível, mas difícil, diálogo nacional - Plataforma Media

Cuba e seu possível, mas difícil, diálogo nacional

Com um sistema de partido único e uma sociedade civil dividida, alguns em Cuba começam a pensar em um diálogo nacional depois do terremoto de 11 de julho – um caminho necessário, segundo os especialistas, mas inaceitável para os extremos ideológicos.

Depois das manifestações sem precedentes de 11 e 12 de julho, nas quais milhares de cubanos exigiram liberdade e o fim das misérias cotidianas, o presidente Miguel Díaz-Canel reconheceu a necessidade de “autocrítica, retificação pendente e revisão profunda dos nossos métodos e estilos de trabalho”.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter