Universidade chinesa nomeia embaixadora de Cabo Verde professora distinta - Plataforma Media

Universidade chinesa nomeia embaixadora de Cabo Verde professora distinta

A Universidade de Estudos Estrangeiros de Hebei (HFSU, na sigla inglesa), província do norte da China que rodeia a capital, nomeou a embaixadora de Cabo Verde em Pequim, Tânia Romualdo, como professora distinta.

A nomeação foi formalizada pelo reitor da HFSU, Sun Jianzhong, na quarta-feira, durante uma visita da diplomata ao campus da universidade na cidade de Shijiazhuang, capital da província de Hebei.

Segundo um comunicado da HFSU, divulgado na quinta-feira, Tânia Romualdo prometeu aproveitar o novo cargo para promover a cooperação com universidades cabo-verdianas nas áreas da educação e cultura.

A HFSU referiu que o reforço do intercâmbio com universidades de Cabo Verde pode apoiar a internacionalização da instituição chinesa.

O programa da visita de Tânia Romualdo começou com uma gala cultural dedicada aos 45 anos do estabelecimento de relações diplomáticas entre a China e Cabo Verde, organizada pela Escola de Música da HFSU.

A embaixadora encontrou-se com professores e estudantes de português da HFSU e deu uma palestra sobre as relações entre a China e Cabo Verde para uma plateia de mais de 400 pessoas.

Também para assinalar o 45.º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países, em 28 de abril, Tânia Romualdo e outros representantes da China e de Cabo Verde plantaram 10 árvores num jardim de Pequim, num apelo simbólico a bons frutos da amizade entre os dois povos.

Cerca de 50 instituições chinesas de ensino superior têm cursos de língua portuguesa, disse à Lusa, em novembro, Gaspar Zhang Yunfeng, coordenador do Centro Pedagógico e Científico da Língua Portuguesa do Instituto Politécnico de Macau.

O professor indicou que o interesse pelo português na China registou um “crescimento enorme” nos últimos anos, porque há muitas saídas profissionais, nomeadamente “em empresas chinesas que tenham uma grande colaboração com os países de língua portuguesa”.

Assine nossa Newsletter