Luanda longe de atender às necessidades de água - Plataforma Media

Luanda longe de atender às necessidades de água

Luanda está muito aquém de atender às necessidades diárias de consumo de água, apesar do volume de investimentos em curso no sector.

A informação foi tornada pública, ontem, pelo administrador executivo da EPAL – Empresa Provincial de Abastecimento de Água.

Manuel da Cruz, que falava à margem da visita que o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, e a governadora de Luanda, Joana Lina, efectuaram às principais infra-estruturas do sector das Águas, para avaliar o grau de execução das obras e impulsionar o abastecimento na capital do país, acrescentou que a província tem capacidade para produzir 690 mil metros cúbicos de água por dia, o equivalente a 40 por cento, quando as necessidades rondam os 1.300 metros cúbicos por dia.

Questionado sobre as zonas mais críticas, Manuel da Cruz apontou os municípios de Viana, Belas, Cacuaco e a Centralidade do Kilamba, que não dispõem de reservatórios.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
AngolaSociedade

Governo angolano alivia restrições e reabre restauração em Luanda ao fim de semana

AngolaSociedade

TAP reforça ligações a Luanda com terceiro voo a partir de sábado

AngolaPolítica

Macro-drenagem e lixo entre as prioridades da nova governadora de Luanda

AngolaEconomia

Jovens desempregados de Luanda agarram-se a biscates “para sobreviver"

Assine nossa Newsletter