Escândalo de venda de máscaras assombra partido de Merkel na Alemanha - Plataforma Media

Escândalo de venda de máscaras assombra partido de Merkel na Alemanha

Deputados são acusados de receber propina para beneficiar fabricantes do item de proteção.

O escândalo envolvendo deputados que pertenciam ao bloco conservador da chanceler alemã, Angela Merkel, ocorre em um momento infeliz para os cristãos-democratas: no domingo (14), serão realizadas eleições estaduais em Baden-Württemberg e Renânia-Palatinado.

Acusados de receber propinas por recomendar fabricantes de máscaras ao governo federal ou por intermediar negócios entre empresas como parte do esforço para adquirir mais quantidades do item, os parlamentares Nikolas Löbel, da União Democrata Cristã (CDU), e Georg Nüsslein, da aliada União Social Cristã (CSU) da Baviera, renunciaram aos blocos de seus respectivos partidos.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
ChinaEconomia

Merkel e Macron apoiam ratificação de acordo de investimento com a China

ChinaMundo

Merkel e Macron abordam com Xi Jinping relações entre a UE e a China

MundoPolítica

Alemanha reconhece pela primeira vez que cometeu genocídio na Namíbia

CulturaLusofonia

Cidade alemã estreia festival cultural com foco nos países da lusofonia

Assine nossa Newsletter