Empresa que quer trazer vacina da Índia para o Brasil investigada por fraude - Plataforma Media

Empresa que quer trazer vacina da Índia para o Brasil investigada por fraude

A empresa que promete trazer as doses da vacina produzida pela indiana Bharat Biotech ao Brasil é investigada num esquema de fraudes na venda de testes da Covid-19 ao governo do Distrito Federal e tem ligação com outra companhia denunciada por não entregar remédios ao Ministério da Saúde

De acordo com o Ministério Público, que deflagrou a Operação Falso Negativo em julho do ano passado, a Precisa Medicamentos teria sido beneficiada em uma compra, com dispensa de licitação, no valor de R$ 38,4 milhões. A ação chegou a prender o ex-secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo. Segundo o MP, a Precisa perdeu o prazo para a apresentação da proposta, mas mesmo assim foi escolhida para fornecer 300 mil testes rápidos; cada um custou R$ 125. Isso mesmo depois de a companhia ter deixado de entregar o mesmo produto, em quantidade menor.

Desde o início do ano, a empresa negocia com o governo federal pelo menos 20 milhões de doses da vacina Covaxin, produzida pelo laboratório Bharat Biotech. Os estudos da Fase 3, no entanto, não foram concluídos; ou seja, não se sabe a taxa de eficácia. Outros cinco milhões de doses seriam vendidas para clínicas particulares. 

Leia mais em Band

Artigos relacionados
Sociedade

Saiba como devem funcionar os passaportes digitais de vacinação

BrasilSociedade

Imunidade pós-vacina pode demorar semanas, dizem especialistas

BrasilSociedade

Vacinas contra a Covid-19 já acabaram em cinco capitais brasileiras

Assine nossa Newsletter