China anuncia sanções contra Pompeo e outros responsáveis da administração Trump

China anuncia sanções contra Pompeo e outros responsáveis da administração Trump

A China anunciou esta quarta-feira sanções contra cerca de 30 responsáveis do Governo do antigo Presidente dos EUA Donald Trump, incluindo o secretário de Estado Mike Pompeo, por violação da sua “soberania”

“A China decidiu sancionar 28 pessoas que violaram gravemente a soberania” chinesa, declarou o ministério dos Negócios Estrangeiros através de um comunicado difundido quando Joe Biden era investido nas funções de Presidente dos EUA, em Washington.

Para além de Pompeo, a diplomacia chinesa cita Peter Navarro, conselheiro para o comércio de Donald Trump, Robert O’Brien, um dos seus conselheiros para a segurança nacional, Alex Azar, ex-secretário da Saúde e Stephen Bannon, que também foi conselheiro do ex-Presidente dos EUA.

Todas estas personalidades e os membros das suas famílias são proibidos de entrar em território chinês, incluindo Hong Kong e Macau, sublinhou o Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês. “Eles e as sociedades e instituições que lhes estão associadas também não poderão efectuar negócios com a China”, acrescentou.

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
MundoPolítica

Chefes do Pentágono de Trump indiciados pela reação lenta ao ataque ao Capitólio

Mundo

Câmara Baixa dos EUA antecipa fim da sessão face a alerta de ataque ao Capitólio

MundoPolítica

Governador de Nova York acusado de assédio sexual por segunda mulher

MundoPolítica

Trump fará primeiro discurso público após deixar presidência

Assine nossa Newsletter