Funcionários denunciam suposto caso de racismo e assédio moral no Santos - Plataforma Media

Funcionários denunciam suposto caso de racismo e assédio moral no Santos

No mesmo dia em que recebeu a visita do menino Luiz Eduardo Bertoldo Santiago, de 11 anos, vítima de racismo em um torneio de futebol infantil no interior de Goiás, o Santos viu funcionários denunciarem um suposto caso de racismo e de assédio moral dentro de sua própria estrutura.

De acordo com o site ESPN.com.br, dois funcionários fizeram denúncias ao presidente Orlando Rollo. Uma delas partiu de uma mulher negra, do departamento de recursos humanos. Ela diz ter sido humilhada por Luiz Eduardo Silveira, superintendente administrativo e financeiro da gestão atual.

A outra denúncia foi feita por um advogado do clube, contra Roberto Rabelato, gerente de controladoria do clube. O homem, que é negro, afirmou que o gerente abriu uma sala em que ele estava e disse: “Aqui é a senzala”. Ambos os denunciantes pediram para não terem seus nomes revelados na reportagem.

Leia mais em IstoÉ.

Artigos relacionados
DesportoPortugal

Mais três casos positivos de covid-19 no FC Porto

BrasilDesporto

Salários, Cuca, Soteldo e Sánchez entram na pauta do Santos após negociações

BrasilDesporto

Santos atropela Boca Juniors e garante final brasileira na Libertadores

BrasilDesporto

Libertadores: Palmeiras, de Abel Ferreira, volta à final 21 anos depois

Assine nossa Newsletter