Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas - Plataforma Media

Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas

Mario Frias e Sérgio Camargo chamam ação de bisneta do escritor de vergonha, absurda e mutilação

O secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mario Frias, e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, criticaram nas redes sociais as notícias de que a bisneta do escritor Monteiro Lobato pretende reeditar livros dele suprimindo trechos racistas.

Camargo afirmou que Lobato não era racista e que “nenhum preto pediu” o que ele chama de “mutilação da obra” do escritor.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Artigos relacionados
CulturaMundo

Wole Soyinka, primeiro negro vencedor do Nobel da Literatura, quer Trump banido da política

Cabo VerdeLifestyle

Primeira bailarina negra na Staatsballet Berlim luta contra o racismo no 'ballet'

BrasilSociedade

Juízes negros brasileiros unem-se contra desigualdade racial nos tribunais

BrasilDesporto

Funcionários denunciam suposto caso de racismo e assédio moral no Santos

Assine nossa Newsletter