Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas - Plataforma Media

Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas

Mario Frias e Sérgio Camargo chamam ação de bisneta do escritor de vergonha, absurda e mutilação

O secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mario Frias, e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, criticaram nas redes sociais as notícias de que a bisneta do escritor Monteiro Lobato pretende reeditar livros dele suprimindo trechos racistas.

Camargo afirmou que Lobato não era racista e que “nenhum preto pediu” o que ele chama de “mutilação da obra” do escritor.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Related posts
BrasilCultura

Bienal Internacional do Livro de SP recebe mais de 600 mil visitantes

ChinaCultura

Literatura: “Olhar a China pelos livros” apresentado em Lisboa 

Cultura

Deusa D’África lança “Sinopse de cães à estrada e poetas à morgue”

MundoSociedade

ONU alerta para linguagem estigmatizante de informações sobre surto de "Monkeypox"

Assine nossa Newsletter