Testes à covid-19 começam hoje a ser pagos na Guiné-Bissau - Plataforma Media

Testes à covid-19 começam hoje a ser pagos na Guiné-Bissau

O Alto-Comissariado para a covid-19 na Guiné-Bissau anunciou que os testes para viajantes de voos aéreos passam a ser pagos a partir de hoje e custam 30.000 francos cfa (cerca de 45 euros).

A entidade guineense responsável pela resposta à covid-19 no país já tinha informado em novembro que os testes começariam a ser pagos, mas só hoje começou a realizar a cobrança.

Numa mensagem na rede social Facebook, o Alto-Comissariado refere que os testes passam a ser pagos a partir de hoje nos balcões do Banque Atlantique e que o recibo de pagamento dever ser apresentado na altura da realização do teste.

“O Alto-Comissariado informa ainda que só são válidos para viagem os testes feitos nas instalações do Centro de Testes na UDIB”, no centro de Bissau, pode ler-se.

Na mensagem, é também pedido às pessoas para evitarem recorrer a “certificados falsos, não emitidos pelas entidades competentes”, porque serão presentes à justiça todos os que forem apanhados com certificados falsos.

Fonte do Alto-Comissariado disse à Lusa que passageiros têm sido detetados no aeroporto com certificados falsos e que são impedidos de viajar.

Desde o início da pandemia, a Guiné-Bissau registou 4.446 casos positivos acumulados de covid-19, 44 vítimas mortais e 2.375 recuperados.

Os dados relativos à última semana ainda não foram divulgados pelo Alto-Comissariado para a Covid-19, que, por norma, o faz à segunda-feira.

Artigos relacionados
MacauSociedade

Governo impõe períodos de auto-gestão de saúde após quarentena obrigatória

MacauSociedade

Macau, dos primeiros a sofrer vaga de casos a um dos territórios mais seguros do mundo

CulturaMoçambique

Escritor Mia Couto testa positivo à covid-19 e apela ao cumprimento de medidas de prevenção

Macau

Regresso de 115 residentes feito em dois voos de Tóquio

Assine nossa Newsletter